Pensar na vida, nos conceitos, nos relacionamentos... o que nos resta além disso?

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Uma das piores coisas que pode acontecer com uma pessoa é a não-aceitação de um fato sobre o qual nada se pode fazer a respeito. Ficamos ali chafurdando os restos de fatos imutáveis como se pudéssemos com esse desvario alterar aquela realidade estática. E quando não temos lucidez para perceber que devemos procurar outros caminhos diferentes para atingir metas diferentes? E quando acreditamos que a impossibilidade do nosso "ideal" inviabiliza qualquer outra esperança de realização? Ficamos em loop e acabamos sendo tragados com crueldade pela infelicidade e pela frustração... a única saída é sofrer um pouco com a nossa teimosia infantil... muitas vezes, mas não necessariamente, precisamos passar por isso até fazer com que novos desejos e metas sejam criados e buscados. A necessidade de repetição é marcante no ser humano. Isso não quer dizer que não devemos ter perseverança naquilo que nos propomos a fazer, mas há um limite quase imperceptível entre a perseverança e a teimosia. A perseverança busca alternativas, procura outras formas de acontecer. A teimosia obstinada tem muito que falar de um monstrinho interior que não quer ser contrariado e custe o que custar precisa ser satisfeito. Crescer não é só para crianças.

16 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. reflexões interessantes em um blog de muito bom gosto. abs, renato.

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pela visita e pelo comentário... a vida eu não sei, mas os seus textos são perfeitos.

    ResponderExcluir
  4. Gostei das comparações que você fez!!

    Acho que falta p/ algumas pessoas diferenciar a perseverança da teimosia... é uma boa lição essa, que você postou!

    tenha um ótimo feriado!

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. O pior é quando sabemos que devemos buscar novos horizontes e teimamos em permanecer nas coisas estáticas que só machucam e não levam a lugar nenhum. Experiência própria. Custei a ver que devia mudar, trocar meu foco, antes que deixasse escapar uma das melhores coisas da minha vida...

    Brigada pela visita, adorei teu espaço!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. ps: acho que teu sistema de comentários não gostou muito desta tal de [P]...

    :)

    ResponderExcluir
  11. Obrigada pela visita e o coments (:
    sim, vou aproveitar meu amr *-*
    haha bom carnaval,e até breve ;**

    ResponderExcluir
  12. este post foi pra mim, as vezes dói tanto aceitar a realidade =(
    demais!

    beijo

    ResponderExcluir
  13. Não era necessário solicitar a minha visita, eu mesmo a fazia com todo o prazer.
    Tive a dar uma espreitadela nos seus dois blogs e devo admitir que são bastante interessantes, o que me irá fazer voltar novamente.
    Acredito nos valores que a senhora defende, nos valores em que acredita, eu por minha vez ando numa incessante busca do Homem, do seu elo primordial e de tudo aquilo que nós próprios apagámos, ando à procura de uma verdade, algo que não possa ser refutado, que jamais possa ser questionado, algo tão especial que possa ser um dogma universal.
    Já sei onde e quando encontro parte dessa verdade, apenas numas milésimas de segundo isso é possível, mas agora como o faço isso fica comigo.ehehe.
    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  14. Repetir, repetir, repetir, até ficar diferente!

    ResponderExcluir
  15. Crescer é para todos.

    PS: Menos para o Peter Pan (ah! e parece que para o Michael Jackson também).

    Abraço.

    ResponderExcluir
  16. olá olá!
    retribuindo a visita! adorei seu bolg tb!

    bjo bjo

    ResponderExcluir